quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Fanzine, o que é?

O nome fanzine surgiu da abreviação de fanatic magazine e é uma revsita editada por fã. Trata-se de uma publicação simples, caseira, dedicada a um assunto de que a gente goste muito e conheça bastante.
Os fanzines trazem textos diversos, histórias em quadrinhos, poesias, fotos, ilustrações, divulgação de bandas independentes, contos, colagens, experimentações gráficas, enfim, tudo que você julgar interessante.
Nesse contexto, a professora de português da 8ª série da EMPAFRS resolveu fazer um fanzine com seus alunos. A confecção causou tumultos, pois cada grupo queria que o seu fosse o melhor. O resultado é cada um teve um idéia diferente e produziram ótimos fanzines. Depois do primeiro, cada grupo quer fazer outros para que melhorem cada vez mais o design apresentado e publiquem matérias mais consistentes. Enfim, um trabalho satisfatório que promove a conscientização do uso social da escrita.
Que tal criar o seu?
No meu tempo de adolescente eu ajudei a fazer um fanzine sem saber que se chamava assim. Hoje, vinte anos depois, "O Frenesi", como era chamado o jornal, causa admiração pelo teor das reportagens e a linguagem, embora despojada, carregada de muito sentido. Os redatores da época eram estudantes. Cada um seguiu uma profissão próxima do que sonhava. O redator chefe fez jornalismo e trabalha na área de comiunicação.Que era uma brincadeira. hoje lembra uma época em que os jovens sonhavam e criavam o seu estilo e futuro. Isso é puro saudosismo, mas uma lição para os jovens de hoje.

Conhecimento e prática andam juntos


No último sábado, um grupo de produtores de leite da região montealegrense, guiados pelo senhor Regier Adriano Ferreira, (membro de associação de produtores rurais) foi participar de uma palestra sobre "HIgienização na fabricação de produtos derivados do leite" em Nossa Senhora da Glória. Na ocasião, promovida pela Laticínios Natville, uma representante de uma empresa de produtos higienizantes do Paraná veio falar da importância dos cuidados higiênicos no trato com os animais, utensílios, espaços de ordenha, alimentação e produção do leite e seus derivados. Dentre os assuntos abordados comentou-se da importância de utilizar os recursos naturais de forma equilibrada e consciente, bem como o reaproveitamento da água, para a qual a fábrica possui um sistema de tratamento, aproveitando a água que consome diariamente.
Para o homem do campo algumas informações geraram polêmica, uma vez que o trato com o gado é artesanal e culturalmente plasmado na cultura do lugar. Mas os presentes ficaram fascinados com as possibilidades de uso e consumo conscientes com resultados satisfatórios tanto em qualidade de vida como em lucro real, economicamente falando.

Ao final da palestra os presentes fizeram um tour nas dependências da fábrica para verem de perto como a organização e o trabalho pautado no desenvolvimento sustentável é capaz de gerar receitas positivas sem agredir ao meio ambiente.
Após o almoço, oferecido pela empresa, os visitantes foram à Exposição de Animais, onde todos puderam conhecer animais campeões de várias espécies. O passeio termina deixando agendado um dia de campo para que os produtores vejam na prática a aplicabilidade da teoria vista na palestra. Assim, a empresa Natville promove conhecimento, saúde e leva ao mercado produtos de qualidade, uma vez que seus produtores, fornecedores da matéria prima para a empresa a entregarão com mais qualidade.
Atitudes como essas é que levam o verdadeiro desenvolvimento para as comunidades,pois faz com que as pessoas melhorem a sua qualidade de vida e o produto final de sua fazenda, de seu sítio, de sua empresa.
Parabéns à Natville pela iniciativa e que cada comunidade busque melhorar as suas condições de trabalho e de vida, para que o futuro seja melhor que o presente e que haja mesmo um futuro promissor para todos.

Os desenhos do céu

Tantas imagens falam por si só!!!!!!!! O que nos dizem as nuvens que desenham histórias e traçam caminhos para nossa imagin...