Observando para reagir

Nada melhor do que assistir a um show de camarote. Observar a tudo e a todos sem se envolver. Assim é que deve ser nessa campanha eleitoral desse ano.

Na luta desenfreada pelo poder,  homens e mulheres andam desesperados,                                                               incomodando as pessoas, poluindo sonoramente  a atmosfera da cidade.                     A disputa por um espaço nas ruas   tem causado transtornos para a população. Políticos descompromissados passam o dia todo com carros de som nas ruas, passam pela frente das escolas, gastam centenas com fogos por besteira, como se cada foguete fizesse o povo preferir esse ou aquele candidato.   Não se importam com ninguém, apenas em garantir que o povo lhes dê um voto de confiança. O que esperar?

Pela campanha já dá para ver  no que pensa cada um deles. Há quem já se considere eleito, há quem já tenha prometido até "os palácios da índia", mas tenho certeza de que nunca tiveram tempo de pensar que uma verdadeira equipe funciona quando o seu trabalho envolve os interesses de um coletivo e não somente de um pequeno grupo. O pior é constatar que alguns desses grupos nunca pensam no bem comum, apenas no seu próprio benefício. Isso é histórico!
Mas essa situação pode mudar, basta que só seja eleito aquele que não prometer,  apenas concretize projetos que sirvam aos interesses do povo, como saúde igualitária e de qualidade, médicos e remédios disponíveis para todos os cidadãos e não apenas para os eleitores da situação; que dê condições para que as escolas tenham mais qualidade e deixem de perseguir os que não concordam em trabalhar sob cabresto; que tenha infraestrutura de qualidade, pois os cidadão precisam de condições dignas de moradia.
Não são as promessas que fazem o progresso, mas o compromisso e o trabalho sem intenção de lucro.
Reaga, monte alegrense, grite, reclame, diga o que pensa e exiga respeito pelo seu voto e opinião,  não se deixe ludibriar, não se deixe corromper, acima de tudo exiga seu status de cidadão e não de cobaia de interesses mundanos de pessoas que não se incomodam com o povo pobre. Fuja de falsos sorrisos e de promessas impagáveis. 
A força é sua, pois se você disser não nas urnas, nenhum candidato se elege. Pense nisso!

Comentários

Postagens mais visitadas