Opinando sem barreiras

A quem queremos enganar?

Mais um ano está por findar e novas promessas começam a circular no meio social, desde a família até a sociedade em geral. O próximo ano se inicia com a campanha eleitoral para governo estadual de vento em popa e desde esse ano, trunfos estão sendo guardados nas mangas de meia dúzia de gatos pingados que nunca pensam em quem está na parte de baixo da pirâmide e jamais se sentem saciados de sua fome de poder e status.

Nisso percebe-se claramente a culpa do povo, que nunca acorda para a realidade e gosta de ser enganado. Não sei se chamo a isso de tolice ou ignorância, se de falta de sorte ou burrice, o fato é que nunca nada muda e as conseqüências, cada vez mais drásticas, se acentuam ao longo dos anos, provocando uma avalanche de indefinições. Quem sofre com isso é o pequeno, que nunca teve opções e ao que me parece vai continuar sem tê-las.

É ai que me intriga, pois se o poder está em nossas mãos, por que damos oportunidade a quem só nos quer derrubar, a quem só vai preparar a nossa ruína?

Custa-me acreditar que o povo ainda esteja dormindo para a realidade. Custa-me crer que teremos futuro com a politicagem reinando no meio das pessoas e a maioria do povo acompanhando trio elétrico da forma como estamos vendo. Ainda podemos ter esperança?

Comentários

karol disse…
Em minha opinião acho que não, Concordo com você, este texto diz tudo, e como diz ai ainda tem coragem dos correr atrás dos trios elétricos e só ouvindo promessa.

Postagens mais visitadas