Casamento do matuto de Monte Alegre de Sergipe

Reza a tradição que os casamentos no interior ou na roça, como muitos dizem, as pessoas saiam montadas a cavalo até a igreja onde seria celebrada a cerimônia. Após a celebração, cavaleiros corriam adiantados para ver quem pegava o pé do peru. Este era o prêmio mais disputado. Com a chegada dos noivos, a festa começava e só acabava com o raiar do dia, embalada por muito forró, quentão e comida de fartura.
Aqui em Monte Alegre de Sergipe a corrida é pela alegria! As pessoas começam a corrida logo de manhã, aos primeiros raios de sol. Pegam os cavalos e lhes dão um dia de luxo, com banho e ração de primeira. Ao meio dia começa o desfile dos cavalos pela cidade, no qual até mesmo os animais parecem querer adiantar o início da festa. Por volta de uma hora da tarde cavaleiros e amazonas saem em direção ao povoado Baixa da Coxa, Baixa Verde, como é conhecido por todos e lá começam a festa com o forró pé de serra, tradição nordestina e dos festejos juninos. Depois de muito quentão e forro, seguem de volta para a cidade, onde espera ansiosa uma multidão de sertanejos. 
Todos os anos é assim, gente de todo lugar, famílias que se reúnem, amigos que se reencontram, amigos que se constroem nessa festa tão linda, tão típica do nosso sertão.
As fotos falam mais que as palavras e o que podemos perceber é que a tradição mais uma vez foi agraciada pela nossa atenção. O casamento do matuto mais uma vez arrastou multidões e levou nosso povo a mais um São João de paz e alegria!

Comentários

andreylson disse…
o que inveja de vocês tem tem doze anos que participei dessa maravilhosa brincadeira

Postagens mais visitadas