Projeto Literatura em minha vida

Estudar, conhecer, ampliar conhecimentos faz de nós pessoas preparadas para o presente e para o futuro.
Pensando no futuro dos jovens do nono ano da EMPAFRS, minha escola municipal, idealizei um projeto que englobasse várias atividades ligadas ao processo criativo da leitura, intercalando com atividades recreativas, apoiadas pela professora de Educação Física.  A execução seria  no mês de setembro, mas por razões muito particulares, só conseguimos realizar hoje.
A ideia inicial foi essa:
PROJETO LITERATURA EM MINHA VIDA

PROFESSORAS: Betania Maria de Andrade Ferreira e Morgana Souza
TEMA: Lendo, registrando e recriando leituras a partir da literatura clássica.
PÚBLICO ALVO: Alunos do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Pref. Antônio Fernandes Rodrigues Santos
PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Setembro.

I-APRESENTAÇÃO
Segundo Freire, “a leitura do mundo do mundo antecede a leitura da vida”, assim como a fala antecede a escrita. Partindo desse princípio, sentiu-se a necessidade de criar um projeto que conduzisse os alunos a uma melhor percepção do mundo à sua volta e transformasse essa observação em texto. Através de pesquisas e leituras, os alunos teriam subsídio pra criar textos e montar um cenário sobre as leituras realizadas, servindo como registro de sua observação.
Dessa forma, os alunos remontariam um universo de leitura e escrita, a partir da leitura do vídeo, das palestras e das conclusões do seminário apresentado no grupo.
II-JUSTIFICATIVA
O maior problema da escola hoje ainda é a leitura e a escrita. Perpassando por esse viés, a Escola Municipal Pref. Antônio Fernandes Rodrigues Santos não difere das demais Brasil a fora. O agravante é que a escola não está conseguindo formar leitores, competentes. Assim, o problema crônico da repetência se acentua justamente porque os alunos não conseguem acompanhar o ritmo das outras disciplinas, justamente por não saberem compreender o que leem ou o que escrevem. Daí a importância de mostrar as inúmeras possibilidades de leitura que podemos fazer do mundo e de tudo à nossa volta fazendo esse caminho através da apresentação do mundo dos grandes clássicos da literatura nacional. Começando pela leitura do vídeo “Sociedade dos poetas mortos”, descobrindo o sentido da vida, a descoberta do conhecimento e a liberdade de criar e extrapolar sentidos. Em seguida, uma leitura das características de cada escola literária, periodização, autores, relevância cultural e contexto histórico. Entre uma apresentação e outra, uma  pausa para uma aula de educação física, uma expressão do corpo para a produção de textos, uma criação de leitura pelo movimento. Tal trabalho serve a dois propósitos: o de formar bons observadores e o outro de formar escritores críticos e sagazes.

III – OBJETIVOS
GERAL:
·         Ressignificar as estratégias de leitura e refletir sobre o mundo da leitura de forma efetiva e prazerosa, buscando despertar nos estudantes o desejo de serem leitores e escritores atuantes da sua própria história.
ESPECÍFICOS:
·         Despertar nos alunos o gosto pela leitura e escrita;
·         .Levar o aluno a reconhecer a importância da leitura em sua vida cotidiana;
·         Desenvolver conteúdos cognitivos (saber), procedimentais (saber fazer) e atitudinais (saber ser);
·         Promover o desenvolvimento de novas habilidades textuais;
·         Proporcionar o despertar da criatividade individual e coletiva;
·         Desenvolver atividades interdisciplinares que despertem o interesse, a criatividade e autonomia na escola;
·         Proporcionar aos alunos um contato com o mundo encantado dos romances, das fábulas, dos contos, da poesia e das histórias constantes da literatura clássica;
.
IV – ABORDAGEM PEDAGÓGICA
            Segundo Cagliari, a grande maioria dos problemas enfrentados pelos alunos ao longo dos anos de estudos, chegando até a pós-graduação, é decorrente de problemas de leitura. O aluno, muitas vezes, não resolve problemas de matemática, não por que não saiba matemática, mas por que não sabe ler o enunciado do problema. Ele sabe somar, dividir, etc., mas ao ler um problema não sabe o que fazer com os números e a relação deste com as realidades a que se referem.  Não foi treinado para ler números, relações quantitativas, problemas de matemática. Seguindo sua exposição sobre o ato de ler, o autor afirma que o professor de português não ensina isso porque diz que é obrigação do professor de matemática e o professor de matemática ou não desconfia do problema ou, quando muito acha que ler e compreender um texto é um problema do professor de português, com isso, as crianças ficam sem as necessárias explicações. Mas a escola cobra das crianças perfeição e rapidez no ato da leitura.
            Rama salienta que a escola sendo uma entidade responsável para ensinar a ler, vem definindo a leitura de modo bastante estático e mecânico. Confunde o processo de ler em um simples reconhecimento de palavras em paginas impressas. Nela, existe uma nítida separação entre o mecanismo da leitura e o pensamento, haja vista que, a verdadeira leitura consiste na captação de significados, numa crescente comunicação entre o leitor e o texto, implica em aprender a descobrir, reconhecer e utilizar os sinais da linguagem. Não apenas aprender seu significado, mas também, trazer para este texto, experiências e visão de mundo do leitor..
            Para aprender a ler, segundo os psicólogos interacionistas (PIAGET e VIGOTSKY, 1994), é preciso haver uma interação na diversidade de textos escritos e na utilização feita pelos já leitores. É preciso negociar o conhecimento já existente e o apresentado pelo texto, o que está atrás e diante dos alhos recebendo incentivo e ajuda dos leitores experientes.
Para a autora Ruth Rocha, muita gente entra na universidade sem saber ler. Ela se refere às pessoas que leem por obrigação, sem verdadeiramente “saber ler”. Segundo ela, há uma espécie de zona cinzenta entre o analfabetismo e o saber ler. Saber ler, para Ruth, significa decodificar, ou seja, compreender o texto em primeiro lugar. Segundo é preciso ler com certa rapidez, rapidez essa que leva a fluência e fruição do livro em qualquer idade.
Na revista Nova Escola, no texto “A viagem da leitura”, Adriana Vera e Silva afirma que a leitura nos leva a uma grande viagem, uma aventura do espírito, algo que nos faz ir além. Nos leva refletir, constatar, concordar, esclarecer duvida e até tentar avançar para horizontes imaginários. Ler significa refletir, pensar, estar a favor ou contra, comentar, trocar opinião, posicionar-se, exercer desde sempre a cidadania.
Formar leitores requer condições favoráveis para a prática da leitura, não se restringindo apenas aos recursos materiais disponíveis, pois, na verdade, o uso que se faz dos livros e demais materiais impressos é o aspecto mais determinante para o desenvolvimento da prática e do gosto pela leitura. Para tornar viável a leitura como processo de relação entre o domínio da mecânica e o pensamento, é absolutamente necessário trazer a vida para dentro da escola. É preciso repensar o que está oferecendo para a criança, selecionando palavras, frases, texto e histórias que permitam à criança inúmeras experiências como: falar, observar, experimentar, registrar e principalmente viver com intensidade e satisfação. Dessa forma, o aluno se sentirá sujeito ativo no processo da leitura, dando-a significado e reconstruindo através da sua imaginação uma relação entre os signos linguísticos.
V-METODOLOGIA
Este trabalho será desenvolvido através de:
  • Apresentação do projeto e todas as suas especificidades;
  • Apresentação do filme “Sociedade dos poetas mortos”;
  • Palestra sobre a “arte de viver”;
  • Palestra sobre a criação literária e a  produção de gêneros textuais;
  • Apresentação de seminário sobre as escolas literárias;
  • Aula de educação física: arte e criação pelo movimento do corpo.

VI-MÍDIAS E TECNOLOGIAS A SEREM UTILIZADAS
·         Data show;
·         Câmera digital;
·         Computador;
·         Internet; Revistas, jornais e livros de áreas distintas;
·         Literatura diversificada;
·         Materiais rústicos e naturais.

VII-RESULTADOS ESPERADOS
Espera-se que os alunos do nono ano da Escola Municipal Pref. Antônio Fernandes Rodrigues Santos se conscientizem de que a leitura é um passo fundamental para o seu desenvolvimento, tanto no campo cognitivo, procedimental e atitudinal, possibilitando o desenvolvimento da linguagem e da escrita, da narrativa e das descobertas. Bem como, reconheçam a importância dos clássicos para a sua formação social, intelectual e profissional.

X-AVALIAÇÃO
A avaliação do respectivo projeto será processual considerando, principalmente, os aspectos organizacionais da construção do ambiente de leitura. A culminância dar-se-á mediante a apresentação do filme, das palestras e da aula de educação física num dia letivo com dez aulas, em dois turnos.

Depois, diante de algumas dificuldades, fiz algumas alterações necessárias ao desenvolvimento das atividades relacionadas ao currículo deles. 
Começamos o dia assim:

ROTEIRO DE TRABALHO  COM ALUNOS DO NONO DA EMPAFRS 2015

Oito horas – início das atividades com dinâmica de acolhimento.
Oito e vinte – Oficina I – gêneros discurso.
Dez horas – Pausa para um lanche. 
Dez e vinte – Palestra com a agente de saúde Sueli Lima sobre Comportamento Adolescente na Atualidade.
Onze horas – palestra com o professor Wandison Gomes de Andrade: “É preciso saber viver!”, em consonância com o filme Sociedade dos Poetas Mortos.
Doze horas – pausa para o almoço e recreação.
Treze e trinta – Palestra com o professor José Marcos Silva sobre “A importância do Natal em nossas vidas.”
Catorze e vinte – Oficina II- Criação e interação.
Quinze e trinta – recreação e encerramento das atividades.

         Atividades com gêneros do discurso realizadas:

·         MOSTRE QUE SUA MEMÓRIA É MELHOR DO QUE A DE COMPUTADOR E GUARDE ESTA CONDIÇÃO: 12X SEM JUROS.
Revista Época. N° 424, 03 jul. 2006.
Ao circularem socialmente, os textos realizam-se como práticas de linguagem, assumindo funções específicas, formais e de conteúdo. Considerando o contexto em que circula o texto publicitário, seu objetivo básico é
a) definir regras de comportamento social pautadas no combate ao consumismo exagerado.
b) influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo.
c) defender a importância do conhecimento de informática pela população de baixo poder aquisitivo.
d) facilitar o uso de equipamentos de informática pelas classes sociais economicamente desfavorecidas.
e) questionar o fato de o homem ser mais inteligente que a máquina, mesmo a mais moderna.

·         Questão 2
Partindo do pressuposto de que um texto estrutura-se a partir de características gerais de um determinado gênero, identifique os gêneros descritos a seguir:
I. Tem como principal característica transmitir a opinião de pessoas de destaque sobre algum assunto de interesse. Algumas revistas têm uma seção dedicada a esse gênero;
II. Caracteriza-se por apresentar um trabalho voltado para o estudo da linguagem, fazendo-o de maneira particular, refletindo o momento, a vida dos homens através de figuras que possibilitam a criação de imagens;
III. Gênero que apresenta uma narrativa informal ligada à vida cotidiana. Apresenta certa dose de lirismo e sua principal característica é a brevidade;
IV. Linguagem linear e curta, envolve poucas personagens, que geralmente se movimentam em torno de uma única ação, dada em um só espaço, eixo temático e conflito. Suas ações encaminham-se diretamente para um desfecho;
V. Esse gênero é predominantemente utilizado em manuais de eletrodomésticos, jogos eletrônicos, receitas, rótulos de produtos, entre outros.
São, respectivamente:
a) texto instrucional, crônica, carta, entrevista e carta argumentativa.
b) carta, bula de remédio, narração, prosa, crônica.
c) entrevista, poesia, crônica, conto, texto instrucional.
d) entrevista, poesia, conto, crônica, texto instrucional.
e) texto instrucional, crônica, entrevista, carta e carta argumentativa.

·         Questão 3

Câncer 21/06 a 21/07
O eclipse em seu signo vai desencadear mudanças na sua autoestima e no seu modo de agir. O corpo indicará onde você falha – se anda engolindo sapos, a área gástrica se ressentirá. O que ficou guardado virá à tona, pois este novo ciclo exige uma “desintoxicação”. Seja comedida em suas ações, já que precisará de energia para se recompor. Há preocupação com a família, e a comunicação entre os irmãos trava. Lembre-se: palavra preciosa é palavra dita na hora certa. Isso ajuda também na vida amorosa, que será testada. Melhor conter as expectativas e ter calma, avaliando as próprias carências de modo maduro. Sentirá vontade de olhar além das questões materiais – sua confiança virá da intimidade com os assuntos da alma.
Revista Cláudia. Nº 7, ano 48, jul. 2009.
O reconhecimento dos diferentes gêneros textuais, seu contexto de uso, sua função específica, seu objetivo comunicativo e seu formato mais comum relacionam-se com os conhecimentos construídos socioculturalmente. A análise dos elementos constitutivos desse texto demonstra que sua função é:
a) vender um produto anunciado.
b) informar sobre astronomia.
c) ensinar os cuidados com a saúde.
d) expor a opinião de leitores em um jornal.
e) aconselhar sobre amor, família, saúde, trabalho.

·         Questão 4
Leia o texto a seguir para responder à questão:
A outra noite
Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal.
Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou o sinal fechado para voltar-se para mim:
- O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima?
Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra – pura, perfeita e linda.
- Mas, que coisa...
Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa.
- Ora, sim senhor...
E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um “boa noite” e um “muito obrigado ao senhor” tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei.
Rubem Braga
Analisando as principais características do texto lido, podemos dizer que seu gênero predominante é:
a) Conto.
b) Poesia.
c) Prosa.
d) Crônica.
e) Diário.

             Analise o texto, respondendo. (Analisando livros)
Quem escreveu?
Para quem?
Qual a finalidade?
Qual é a linguagem? Formal ou informal?
Houve intenção estética na exploração do vocabulário?
Há figuras de linguagem?
Qual a estrutura?
Qual o suporte?
Há recursos gráficos?
Qual o tema?
Há intertextualidade?


Primeiros trabalhos após a exposição sobre Gêneros do Discurso



Registrando a presença de dona Edivânia, mãe da aluna Isla Valéria





Hora do lanche, hora do recreio e dos selfs.




Palestra de Sueli Lima





Palestra do professor Wandison Andrade.




Depois do almoço, a recreação na piscina.










Palestra do professor José Marcos Silva.


Oficina II sobre os gêneros do discurso: a produção.








A despedida.




O dia foi muito proveitoso e é uma pena que não possamos fazer atividades assim com frequência. Senti que, apesar de ser um domingo, todos estavam empolgados o dia todo. Mesmo depois do almoço, que sempre dá aquela  preguicinha.
Agradeço aos palestrantes Sueli, Marcos e meu irmão Wandison, a Tatilane e a dona Edivânia, que nos acompanhou durante o dia.
Que venham mais  projetos!!!!!





Comentários

Suely Lima disse…
Foi um domingo realmente muito bom, e a turma participou ativamente das palestras e atividades, os temas foram importantes, da uma sacudida nesta galerinha, e a piscina, sem comentários... Obrigada Beth pelo convite sempre precisar estou aqui!
Suely Lima disse…
Foi um domingo realmente muito bom, e a turma participou ativamente das palestras e atividades, os temas foram importantes, da uma sacudida nesta galerinha, e a piscina, sem comentários... Obrigada Beth pelo convite sempre precisar estou aqui!

Postagens mais visitadas