Ser Apostolado da Oração é uma missão de amor. É ser aqui na terra um mensageiro de Cristo, de seu amor, de sua compaixão, de seu perdão incondicional.
Ser apóstolo do  Sagrado Coração de Jesus é imitar o próprio Cristo em sua caminhada na terra. É bem mais que um compromisso com a igreja. 
Ser apóstolo do sagrado Coração de Jesus é assumir, diante de toda  a condição de pecador que temos,a missão de amar, de perdoar, de fechar os olhos às ofensas, de socorrer os que necessitam não só de pão, mas principalmente de luz e amor.
Não é fácil ser apóstolo, mas a fé e a necessidade de Deus faz com que diante das nossas "humanisses", consigamos encontrar o caminho.
Quem é apóstolo não erra? Quem disse que não. De tão humano que é, luta a sua vida inteira para alcançar a graça da luz. Embora seja mais provado que aqueles que não conseguem entender o chamado de Deus.
Pensando nessas conjecturas, lembrei-me de mãe Carminha, com quem aprendi a olhar com mais amor para a igreja. Não mais a temos fisicamente no meio de nós, mas a sua fé,os seus feitos, a sua luta, o seu labor para o reino estão tão presentes em tudo por onde passamos, que é bem fácil senti-la por perto cada vez que se arruma o altar para as celebrações, quando se preparam cantos para a missa, quando se encomendação de almas, quando se arruma a festa do Sagrado Coração de Jesus.
As pessoas passam, pois aqui não vieram para sempre. Mas elas deixam muito de si em cada pessoa com quem conviveu.
Mamãe Carminha plantou inúmeras sementes, consciente ou inconscientemente. Plantou 'tâmaras para que os outros colhessem"!
A minha homenagem a essa mulher que amou a igreja como à sua casa e viveu em função da caminhada, até o dia em que Deus a recolheu para colocá-la em outra messe.
O seu legado foi o exemplo de dedicação, de luta, de fé, de contrição. Que cada um de nós siga esse exemplo e acreditemos que só Deus basta!
                                        
                           Beth Ferreira, 02.06.17.

Comentários

Postagens mais visitadas