Adolescência ou aborrescência?

Adolescente é tudo igual, grita, bagunça, fala alto, chora, fica triste por bobagem, briga até com o vento... mas é ao mesmo tempo um objeto de estudo, pois possui de cada temperamento um pouquinho em sua personalidade, o que faz dele especial e digno de atenção.
Nesta semana, a sétima série do Colégio Estadual 28 de Janeiro, do turno da manhã, debateu sobre as dificuldades e vantagens de ser adolescente. A princípio, todos falavam ao mesmo tempo, sem respeitar a vez do outro. Depois de muito barulho, começaram a conjecturar, a concluir, a criar conceitos inexistentes e incapazes de se fixar na realidade. Somente depois da intervenção da professora de redação, que promoveu o debate, é que eles começaram a compreender as razões pelas quais as mudanças sofridas pelos seus corpos são tão invasivas, de certo modo, e, ao mesmo tempo, tão contundentes.
Eles concluiram que ser adolescente é a melhor fase da vida e que muitas vezes desperdiçam o seu tempo tentando ser adultos mais rápido por causa da curiosidade que fica tão aguçada nessa fase, mas que o senso de responsabilidade, próprio dos adultos, ainda não é tão presente e significativo nesse momento.
Enfim, ser adolescente é "gostoso demais, pena que a gente não pode fazer tudo o que tem vontade".

Comentários

Postagens mais visitadas