Quando paixão se confunde com razão.

O Brasil se veste de verde e amarelo. Não importa cor, raça, credo, opção sexual, estilo ou idade, todo mundo fica inerte em frente à TV para ver o espetáculo do futebol na copa do mundo. Ninguém pensa com a razão, só com a emoção. GOOOOOLLLLLLLLLL! E todo mundo corre eufórico para comemorar! A emoção é imensurável,os corações latejam, vibram, mudam a direção,o Brasil marcou um, mais um, mais outro... levou um, eu sei, mas marcou três.
Essa é uma corrida igualitária, na qual todo mundo pensa e age do mesmo modo, na mesma direção, com o mesmo entusiasmo e determinação.
Mas a copa passa e as pessoas esquecem dos abraços, dos tapinhas no ombro de satisfação, da cervejada no bar da esquina cheia de vigor e respeito. Tudo volta ao normal quando a copa acaba. As brigas do morro continuam, a disputa por territórios cresce, a corrida pela tomada do poder econômico e político desencadeia uma séria de grandes problemas que todo mundo esquece rapidamente do quanto foram irmãos de coração verde e amarelo.
É a vida? 
Não sabemos!
Mudará tal situação?
Talvez um dia, quem sabe. O fato é que as pessoas não se unem pelo amor mútuo, mas pelas paixões e prazeres momentâneos, pelo status e pelo IBOPE, nunca pela razão e pela vida.
Talvez seja o Brasil novamente campeão do mundo de futebol de campo, mas as favelas continuarão a existir, a população nordestina continuará a padecer as mazelas da seca, as pessoas da região da mata continuarão a ter atendimento resumido... é a vida!
Somos brsileiros e não desistimos nunca!?!!!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas